PARA CANDIDATURAS

A Campanha Mobilidade Sustentável nas Eleições busca incluir a mobilidade sustentável nos programas de governo e de mandato das candidaturas às eleições municipais de 2020. Ela é realizada, nas cidades brasileiras, por organizações da sociedade civil que atuam na defesa dos direitos e na promoção dos modos de mobilidade sustentável: mobilidade a pé, bicicleta e transporte público coletivo.

As organizações locais, para realizarem a campanha, comprometem-se, junto à Coordenação Nacional, com os princípios da imparcialidade (relacionar-se com todas as candidaturas e partidos políticos, sem privilégios ou preferências) e desincompatibilização (não participação de seus membros atuantes e diretores enquanto candidatos ou membros de diretórios partidários e comitês eleitorais). Por isso a Coordenação Nacional e as Organizações Locais não manifestam qualquer apoio ou prestam auxílio ou assessoria a qualquer candidatura ou partido político.


Como as candidaturas podem participar da campanha?

As candidaturas que se interessarem em inserir propostas de mobilidade sustentável nos seus programas podem verificar se existe uma organização local executando a campanha em seu município na página Quem está fazendo.

Essas organizações já elaboraram ou estão elaborando suas propostas para entregar a todas as candidaturas locais. Desta forma, a candidatura poderá assumir publicamente seu compromisso com tais propostas.

Caso não exista organização local desenvolvendo a campanha ou não tenha havido retorno da mesma, a candidatura pode buscar indicações de propostas para seu programa de governo ou mandato na página Propostas.

Nenhuma candidatura pode usar ou mencionar o nome ou a logomarca da Campanha Mobilidade Sustentável nas Eleições, tampouco das Organizações Locais ou das instituições componentes da Coordenação Nacional em seus pronunciamentos, entrevistas, peças publicitárias, materiais impressos, internet ou outras formas de divulgação e manifestação.


Saiba mais sobre a campanha: objetivos, atribuições e responsabilidades dos participantes, quem faz a coordenação nacional.

Clique aqui para entrar em contato com a Coordenação Nacional da Campanha.

A Campanha Mobilidade Sustentável nas Eleições busca incluir a mobilidade sustentável nos programas de governo e de mandato das candidaturas às eleições municipais de 2020. Ela é realizada, nas cidades brasileiras, por organizações da sociedade civil que atuam na defesa dos direitos e na promoção dos modos de mobilidade sustentável: mobilidade a pé, bicicleta e transporte público coletivo.

As organizações locais, para realizarem a campanha, comprometem-se, junto à Coordenação Nacional, com os princípios da imparcialidade (relacionar-se com todas as candidaturas e partidos políticos, sem privilégios ou preferências) e desincompatibilização (não participação de seus membros atuantes e diretores enquanto candidatos ou membros de diretórios partidários e comitês eleitorais). Por isso a Coordenação Nacional e as Organizações Locais não manifestam qualquer apoio ou prestam auxílio ou assessoria a qualquer candidatura ou partido político.

 


 

Como as candidaturas podem participar da campanha?

As candidaturas que se interessarem em inserir propostas de mobilidade sustentável nos seus programas podem verificar se existe uma organização local executando a campanha em seu município na página Quem está fazendo.

Essas organizações já elaboraram ou estão elaborando suas propostas para entregar a todas as candidaturas locais. Desta forma, a candidatura poderá assumir publicamente seu compromisso com tais propostas.

Caso não exista organização local desenvolvendo a campanha ou não tenha havido retorno da mesma, a candidatura pode buscar indicações de propostas para seu programa de governo ou mandato na página Propostas.

Nenhuma candidatura pode usar ou mencionar o nome ou a logomarca da Campanha Mobilidade Sustentável nas Eleições, tampouco das Organizações Locais ou das instituições componentes da Coordenação Nacional em seus pronunciamentos, entrevistas, peças publicitárias, materiais impressos, internet ou outras formas de divulgação e manifestação.

 


 

Saiba mais sobre a campanha: objetivos, atribuições e responsabilidades dos participantes, quem faz a coordenação nacional.

Clique aqui para entrar em contato com a Coordenação Nacional da Campanha.